Como a quinta-feira grata pode melhorar sua saúde mental?

Praticar a gratidão toda semana – ou melhor ainda, todos os dias – pode melhorar seu humor, fortalecer seus relacionamentos e até ajudá-lo a dormir melhor.

O que é quinta-feira grata?

Quer você esteja ou não festejando com a família este ano, o Dia de Ação de Graças é um lembrete para contar suas bênçãos. E acontece que levar tempo para dizer ou escrever pelo que você é grato pode ter vantagens duradouras. Uma prática de gratidão tem benefícios apoiados pela ciência para sua mente e corpo.

Então, como você mantém as vibrações do Dia de Ação de Graças? Algumas pessoas participam da “quinta-feira grata”. A hashtag cativante é um lembrete para gritar algo pelo qual você é grato nas mídias sociais. É quase como um mini-Ação de Graças semanal.

Existem várias maneiras (e razões!) de iniciar uma prática de gratidão este ano. Abaixo, os conselheiros de saúde mental licenciados Rachna Buxani-Mirpuri e Roseann Capanna-Hodge pesam.

IRINA KROLEVETC/Getty Images

4 benefícios da quinta-feira grata

Mostrar gratidão faz mais do que fazer você parecer bem para os outros. Uma prática de gratidão semanal ou diária também pode melhorar a saúde mental e física.

Aqui está o que Bixani-Mirpuri e Capanna-Hodge tinham a dizer sobre os benefícios da gratidão apoiados pela ciência.

A gratidão leva ao pensamento positivo

“Estudos descobriram que o diário de gratidão pode aumentar significativamente [people’s] níveis de otimismo”, diz Buxani-Mirpuri.

O otimismo pode ser uma coisa complicada de medir, mas um ensaio clínico de 1.337 participantes publicado na revista médica Fronteiras da Psicologia tentou fazer exatamente isso. Durante 14 dias, um terço dos participantes listou momentos pelos quais foram gratos durante cada dia. No final do estudo, o grupo de gratidão teve uma pontuação mais alta em felicidade e satisfação – e mais baixa em sintomas de depressão – do que os outros dois grupos.

Capanna-Hodge diz que o pensamento positivo da gratidão também tem um efeito cascata. O otimismo pode melhorar suas habilidades de resolução de problemas e gerenciamento de estresse.

A gratidão pode melhorar sua saúde mental

Desenvolver uma atitude de gratidão pode parecer uma estratégia de softball para a saúde mental, mas Buxani-Mirpuri diz que pode reduzir os níveis de depressão e ansiedade. Concentrar-se no que você é grato ajuda a mudar seus processos de pensamento, resultando em um humor mais positivo.

“Ao reduzir os preconceitos negativos e olhar para as coisas de forma mais realista… as pessoas se sentem melhor”, diz ela.

A gratidão fortalece seus relacionamentos

Não é nenhum segredo que sorrir pode fazer você parecer mais atraente e acessível. O mesmo pode ser dito para expressar gratidão. Dizer aos seus entes queridos que você é grato por eles faz com que eles se sintam bem consigo mesmos, diz Capanna-Hodge.

As pessoas também tendem a gravitar em torno daqueles que parecem otimistas e solidários, de acordo com Buxani-Mirpuri.

Mostrar gratidão pode fortalecer os laços entre amigos e familiares, mas também é uma estratégia de carreira útil. “Pessoas apreciativas são vistas como atenciosas, confiáveis ​​e positivas”, diz Capanna-Hodge.

A gratidão pode torná-lo mais saudável

Quanto mais você praticar a gratidão, mais equipado estará para gerenciar os estressores diários, de acordo com Capanna-Hodge. O estresse pode desencadear uma série de problemas de saúde, desde urticária até ganho de peso insalubre. Embora o estresse ruim tenha efeitos negativos, uma prática de gratidão pode ter efeitos dominó notavelmente positivos.

Os estudos ainda são limitados sobre os benefícios da gratidão para a saúde. Com base em suas pesquisas e experiências com clientes, Buxani-Mirpuri e Capanna-Hodge dizem que uma prática de gratidão pode:

Como iniciar uma prática de gratidão pessoal

Primeiras coisas primeiro: Reserve um momento para pensar sobre as pessoas, lugares e coisas que lhe trazem alegria. Simplesmente se concentrar no que o eleva, você mudará sua mente para a gratidão.

“Experimentar gratidão sempre começa com a atenção plena”, diz Buxani-Mirpuri. “Apenas perceber e reconhecer pode ser… muito poderoso.”

Praticar a gratidão será diferente de pessoa para pessoa. A premissa é simples – é o compromisso com a ação repetida que leva tempo e esforço.

“O maior equívoco sobre gratidão é que é algo que você pode fazer de vez em quando”, explica Capanna-Hodge. “Você precisa integrar pequenas práticas de gratidão em sua vida para que seu cérebro mude.”

Continue lendo para obter dicas para aproveitar ao máximo o Dia de Ação de Graças, a quinta-feira grata ou uma prática diária de gratidão.

Separe o tempo

Estabelecer uma vaga noção de que você quer ser mais grato não é suficiente. Faça disso um verdadeiro compromisso dedicando alguns minutos por dia para cultivar sua nova atitude de gratidão.

“Hábitos saudáveis ​​não acontecem por acaso; levam tempo para se desenvolver. E eles se desenvolvem mais rapidamente quando você os incorpora à sua rotina”, diz Capanna-Hodge.

Se você escreve uma lista de gratidão pela manhã ou diz ao seu parceiro pelo que você é grato no final de cada dia, defina um horário específico para ser consistente. Capanna-Hodge também recomenda dizer “Sou grato por…” em voz alta para outra pessoa pelo menos uma vez por dia.

Comece um diário de gratidão

O diário é mais natural para algumas pessoas do que para outras. Mas mesmo que você nunca tenha mantido um diário, escrever pelo que você é grato é uma maneira fácil e concreta de manter uma prática de gratidão.

“Eu absolutamente assino o diário de gratidão e tenho visto meus clientes se beneficiarem imensamente com eles”, diz Buxani-Mirpuri.

Existem dezenas de diários de gratidão no mercado, mas qualquer caderno serve. Também não há maneira certa ou errada de registrar seus pensamentos. Algumas pessoas gostam de falar eloqüentemente sobre momentos emocionantes em seu dia.

Outros simplesmente mantêm um diário de suas bênçãos. O objetivo é desenvolver um hábito que você possa manter, diz Capanna-Hodge.

Compartilhe sua jornada de gratidão com outras pessoas

Em algum momento de sua vida, você provavelmente já experimentou o poder da responsabilidade. Talvez você se exercite com a ajuda de um amigo de perda de peso. Ou talvez você tenha concluído o Janeiro Seco porque um amigo fez isso com você. Sua prática de gratidão é pessoal, mas isso não significa que precisa ser um segredo. A quinta-feira grata é um exercício em grupo, afinal!

“Deixe as pessoas saberem que você está trabalhando para ser mais grato”, recomenda Capanna-Hodge. “Quando declaramos nossos objetivos, é mais provável que eles aconteçam.” Além disso, ela diz que amigos e familiares podem querer participar de seu próprio diário de gratidão ou postagens de quinta-feira de agradecimento.

Transforme sua gratidão em ação

Algo especial acontece quando começamos a prestar muita atenção aos dons comuns em nossas vidas. Nuvens escuras se levantam. As atitudes mudam. Você pode perceber que, assim como as ações dos outros o afetam, você pode influenciar o mundo para melhor.

Atos de bondade são formas práticas de expressar gratidão, de acordo com Buxani-Mirpuri. Ela sugere agradecer verbalmente às pessoas por seu papel em sua vida, aparecer para apoiar amigos que estão passando por uma fase difícil ou se inscrever para ser voluntário em uma organização local sem fins lucrativos.

Pense desta forma: as pessoas lhe deram motivos para ser grato por elas, então por que não retribuir o favor?

Quando a gratidão não é suficiente

O oposto da gratidão é a ingratidão – não a depressão ou a ansiedade. Se você está lutando contra uma doença mental ou um transtorno de humor, a gratidão pode ajudar, mas não é uma cura.

Buxani-Mirpuri enfatiza que mesmo a prática de gratidão mais ponderada e consistente não substitui a terapia. Todas as postagens da quinta-feira de agradecimento no mundo não apagarão o transtorno de estresse pós-traumático ou um desequilíbrio químico.

Praticar a gratidão também não é a mesma coisa que fingir que está tudo bem o tempo todo. A pressão para agir agradecido por sua situação não estar pior pode levar à culpa, frustração e dor, de acordo com Buxani-Mirpuri. Isso não é gratidão genuína. É positividade tóxica.

“Gratidão é apreciar a lição em quaisquer dificuldades que venham enquanto ainda se conecta a emoções como tristeza, tristeza. [or] irritação”, diz Capanna-Hodge.

Leave a Reply

Your email address will not be published.